Anuncio - HTML - topo
banner_top_volvo
Banner MBB top Site
Dia a dia

Contribuindo para transportadoras obterem economia tributária

Empresas recolhem PIS/Cofins sobre seu faturamento e voltam a pagar 9,25% do tributo quando abastecem com diesel seus veículos, gerando crédito em seu favor

27/05/2021 11h56
Por: Redação da Revista Caminhões
3.370
Kassio Seefeld, CEO da TruckPag
Kassio Seefeld, CEO da TruckPag

A TruckPag, start-up de meios de pagamento focada em gestão de frotas, oferece suporte às transportadoras para aplicação de economia tributária, contribuindo com a redução do gasto com abastecimento do diesel.

A empresa realiza gratuitamente a conciliação da emissão das notas fiscais referentes ao custo do combustível pago pelas transportadoras, para que o PIS/Cofins recolhido no ato do abastecimento seja compensado. A compensação é possível porque esse tributo já é recolhido pelas transportadoras quando elas emitem seus documentos fiscais de prestação de serviço.

Conciliação é o termo que indica a checagem da veracidade dos documentos fiscais e compensação é a possibilidade que as empresas têm de restituir, recuperar ou utilizar valores pagos anteriormente ou de forma equivocada para quitar débitos.

“As transportadoras recolhem PIS/Cofins quando faturam seus serviços e novamente na aquisição de combustível, classificado como insumo essencial a sua operação,e isso permite esse ajuste”, explica Kassio Seefeld, CEO da TruckPag.

A start-upfaz a checagem nas notas fiscais de alguns itens referentes a operação de abastecimento de combustível: valor do litro e do total abastecido, litragem do que foi adquirido, da data da realização do abastecimento e os CNPJs envolvidos – da empresa e do posto de abastecimento.

Uma transportadora de porte médio que realize 1.500 abastecimentos por mês gera o mesmo volume de documentos fiscais. A checagem precisa deles só é possível por meio de sistemas inteligentes, como o serviço oferecido pela TruckPag. “O abastecimento dos clientes é feito em nossa rede credenciada de postos de combustível o que agiliza a identificação dos créditos gerados”, diz Seefeld.

A TruckPag assume a tarefa de verificação das notas fiscais como um benefício contratual e por isso não cobra pelo serviço. “Entendemos que esse é um direito do cliente e como seu prestador de serviço temos a postura parceira de sempre olhar pelos interesses dele”, afirma o CEO da TruckPag.

A vantagem de utilizar os créditos a seu favor é fácil de ser verificada pelas empresas. Uma transportadora que gaste R$ 200 mil por mês em aquisição de diesel, por exemplo, gera créditos de R$ 18.500. “Em um momento de recuperação dos negócios entendemos que qualquer economia é bem vinda”, diz Seefeld, que completa: “não se trata de aplicação de artifício tributário mas sim de dar suporte ao cumprimento simples da legislação vigente”.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários