FECHANDO FRONTEIRAS

IDV fornece mais de 1.100 caminhões militares às Forças Armadas Romenas

Entrega é referente ao segundo lote de um contrato que engloba 2.900 veículos

05/10/2023 06h45Atualizado há 6 meses
Por: Romulo Felippe

 

A IDV anuncia a entrega de 1.107 caminhões militares para o Ministério da Defesa Nacional da Romênia como parte do acordo assinado em 2019 para a aquisição de mais de 2.900 caminhões de alta mobilidade que estão sendo produzidos na planta da IDV em Bucareste, capital do país. Este é o segundo lote de entrega. No primeiro lote, desde 2020 foram entregues 942 caminhões durante a pandemia global, que afetou gravemente a Roménia, a Itália e a cadeia de abastecimento em geral.  

A encomenda do segundo lote reafirma o compromisso das Forças Armadas Romenas com o programa de longo prazo lançado em 2019, por meio do qual a IDV estabeleceu uma sólida capacidade industrial no país como um fornecedor confiável de veículos táticos e logísticos. E fortalece ainda mais a relação entre o Ministério da Defesa Nacional romeno e a IDV.  

O contrato inclui quatro tipos de plataformas logísticas militares baseadas na linha de caminhões de alta mobilidade da IDV: 4x4, 6x6, 8x8 e 8x8 Prime Mover, que pode ainda ser subdividido em 16 variantes, com aproximadamente um terço delas equipado com cabine blindada.  

Graças ao seu Sistema Central de Calibração de Pneus (CTIS), luzes black-out, guinchos de auto-recuperação e eixos táticos trativos, os caminhões apresentam alta mobilidade, em suas diversas configurações. Os veículos promovem mobilidade excepcional, excelente capacidade de travessia de vau, bem como transportabilidade aérea segura por meio do avião cargueiro C-130, estando prontos para fornecer apoio tático confiável em qualquer cenário militar.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários