banner_top_volvo
Banner MBB top Site
Anuncio - HTML - topo
DICAS

Transportadoras adotam Business Intelligence para a gestão de pneus

Com os custos cada vez mais altos dos insumos, tecnologia é uma aliada das transportadoras para otimizar a gestão de gastos variáveis e gerar economia.

25/05/2021 10h16Atualizado há 4 semanas
Por: Romulo Felippe
4.637

 

O ramo de transporte e logística tem sofrido para conseguir manter as operações por conta da alta geral do preço de diversos produtos no Brasil. A falta de gestão e controle sobre gastos, como combustível, pneus, manutenção, acessórios, pedágio etc., pode levar uma transportadora a fechar as portas.

 

Um dos gastos variáveis que mais demanda cuidado é com os pneus. A manutenção, controle e qualidade são aspectos fundamentais que podem não ser facilmente gerenciados em uma frota mais extensa. Isso sem contar que o estado deles influencia diretamente no gasto com combustíveis, além de colocar a vida dos motoristas em jogo.

 

O especialista Márcio Luís Campos, supervisor de pneus na Faccin Logística, de Guarapuava (PR), explica que existem muitas nuances quando se trata da questão de pneus. Apesar de parecer uma coisa “simples”, o trabalho demanda uma série de variáveis que fazem toda a diferença tanto no custo quanto nos quesitos de segurança.

 

“Aqui na Faccin Logística lidamos com transporte de granel sólido, líquido, container e carga seca, ou seja, com cargas de 35 a 50 toneladas, o que gera um desgaste extra de pneus. Para manter a ‘saúde’ dos nossos pneus, decidimos contar com a colaboração da tecnologia, pois nossa frota é extensa”, explica.

 

Márcio explica que a Faccin buscou há alguns anos soluções no mercado que pudessem potencializar e aprimorar o controle dos pneus de sua frota. A solução encontrada foi o software de gestão de pneus da Gestran, empresa também paranaense que desenvolve soluções de gestão para transporte e logística.

 

O Gestran Pneus permite o gerenciamento dos pneus da frota de forma automatizada, acarretando uma economia de gastos que pode chegar a 25%. O sistema desenvolvido com BI (Business Intelligence) permite a visualização e a gestão em tempo real das demandas necessárias, de maneira que haja garantia de rastreabilidade, segurança e controle do que está acontecendo.

 

Cada pneu passa a ter um histórico. Alertas de rodízio, calibragem, envio de pneus para reforma e desgaste são facilmente monitorados a partir de um dashboard de controle bem intuitivo. Profissionais como Márcio, responsáveis pela supervisão de pneus, têm em suas mãos todo o panorama da frota, inclusive com alertas caso haja defasagem em algum dos pontos.

 

“Outro fator preponderante do sistema é na hora de trocar os pneus. Novamente com sua ferramenta de BI, o programa ajuda a realizar as escolhas mais assertivas, comparando preços, marcas, modelos, que trazem durabilidade e economia”, explica Paulo Raymundi, CEO da Gestran.

 

Além da gestão de pneus, a Gestran oferece soluções com um ERP completo, que integra a parte fiscal com a parte logística, gestão de combustíveis, de manutenção, além de um aplicativo próprio.

 

Segundo Márcio Luís, desde que a Faccin Logística começou a usar o sistema em 2012, a empresa conseguiu economizar e disponibilizar aos seus motoristas caminhões muito mais seguros. E ele ressalta que a Gestran sempre ouve o feedback de seus clientes.

 

“Nós, que lidamos diretamente no dia a dia com a frota, temos uma visão bem precisa das demandas que aparecem. O legal é que o pessoal da Gestran sempre ouve a gente para buscar melhoria nos softwares, com base nos nossos comentários e demandas”, reforça o especialista.

 

As empresas que, segundo ele, não se atentarem para esse tipo de tecnologia certamente têm um futuro muito complicado à frente. “Esse é um investimento que vale a pena”, finaliza Márcio Luís.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários