Banner MBB top Site
banner_top_volvo
Anuncio - HTML - topo
Mercado

Setor de implementos rodoviários reage no primeiro quadrimestre

Para a Anfir, retomada é consequencia dos negócios do agrobusiness, que seguem em alta

07/05/2021 11h38Atualizado há 1 mês
Por: Redação da Revista Caminhões
3.410

A indústria produtora de implementos rodoviários registrou no primeiro quadrimestre de 2021 o total de 48.643 unidades emplacadas. Esse volume é 57,53% superior ao apurado no mesmo período do ano passado. No primeiro quadrimestre de 2020 os fabricantes entregaram ao mercado 30.878 produtos.

“Esse resultado é a soma do desempenho aquecido do setor de agrobusiness, o maior cliente de nossa indústria, com as vendas realizadas anteriormente cujas entregas aos clientes estão sendo feitas ao longo dos meses atuais”, explica José Carlos Spricigo, presidente da Anfir - Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários.

A falta de componentes, com destaque no mês para a escassez de pneus aliado ao forte aumento de custos de matérias-primas e insumos, continua sendo um obstáculo para o setor. Para superar a situação, a indústria busca alternativas com o objetivo de regularizar as entregas.

“O implemento rodoviário é fundamental no sistema de distribuição de matérias-primas, remédios, produtos hospitalares, produtos industrializados e produção agrícola”, diz Spricigo.

O segmento de reboques e semirreboques (pesado) entregou ao mercado no primeiro quadrimestre do ano 28.772 unidades, ante 16.348 produtos no mesmo período de 2020. Isso representa variação positiva de 76%.

No setor de carroceria sobre chassis (leve) o volume de emplacamentos registrado nos quatro primeiros meses de 2021 foi de 19.871 produtos. No primeiro quadrimestre de 2020, o total vendido chegou a 14.530 unidades, representando 36,76% de recuperação.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários