Banner MB top01
Mercado

Setor de implementos mostra sinais de melhora e aponta que a retomada virá

Se a curva positiva seguir seu caminho sem interrupções, mesmo com a pandemia, Anfir espera que o ano tenha uma perda inferior a 10% em relação a 2019

05/08/2020 11h09Atualizado há 2 meses
Por: Bruno Castilho
1.231

O total de implementos rodoviários emplacados de janeiro a julho de 2020 foi de 62 mil produtos. Em comparação com o mesmo período de 2019, quando a indústria entregou 67 mil unidades, o recuo registrado é de 8,3%.

“O mercado está reagindo lentamente e o resultado é o recuo no percentual de retração”, explica Norberto Fabris, presidente da Anfir - Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários.  “Se essa curva positiva seguir seu caminho sem interrupções podemos esperar que o ano terá uma perda inferior a 10% mas ainda é cedo para estimar qualquer percentual”, completa Fabris.

Algumas linhas de implementos rodoviários já registram variação positiva. No segmento pesado são basculante, canavieiro, carrega tudo, silo e tanque inox; enquanto no leve as linhas são baú lonado, basculante, betoneira e tanque.

“A crise econômica ainda existe, mas o mercado está buscando maneiras de se recuperar, com auxílio das diversas medidas tomadas pelo governo federal“, diz Fabris.  O segmento de reboques e semirreboques registrou recuo de 7,7%. No período de janeiro a julho de 2020 a indústria entregou ao mercado 34 mil produtos ante 37 mil unidades no mesmo período do ano passado.

No setor de carroceria sobre chassis a queda foi de 8,9%. Em sete meses, a indústria distribuiu 28 mil produtos. No mesmo período de 2019, as empresas entregaram aproximadamente 31 mil unidades.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários