Novo Volvo Master
Banner MBB top Site
Banner Librelatto top
SEGURANÇA

Dia a dia: segurança para enchimento e transporte rodoviário de cilindros

Na Air Products, uma das líderes mundiais em produção de gases industriais, especiais e medicinais, profissionais passam por treinamentos para manuseio e transporte de cilindros de forma segura

09/07/2021 07h20Atualizado há 3 semanas
Por: Romulo Felippe
6.459

Muitos se adiantaram em querer colaborar com a crise de falta de oxigênio, transportando cilindros de oxigênio de forma inadvertida em seus próprios veículos, sem se dar conta dos cuidados que esse manuseio exige. O enchimento e o transporte de cilindros é um processo minucioso, que exige muito conhecimento e treinamento para preservar a segurança de todos.  

 

Por exigir essa expertise, é necessário seguir rigorosos protocolos de segurança e cercar-se de treinamentos e cuidados, não apenas para o transporte, mas em todo o processo produtivo. É o que faz a Air Products, multinacional, fabricante de gases industriais, especiais e medicinais, com plantas localizadas no Sul e Sudeste do país.

 

“Há supervisão constante em todos os processos da cadeia produtiva de gases executada por Air Products. Em caso de dúvida quanto à segurança e à qualidade dos gases, o processo é interrompido, os parâmetros são mais uma vez verificados, e em caso de incorreções ou desvios, o processo é ajustado e iniciado novamente para garantir a segurança da equipe e a qualidade do produto”, conta Silvia Lopes, supervisora de Produção e Laboratório da Air Products.

 

Em razão desses protocolos, o conhecimento técnico dos profissionais é essencial. “Todos passam por treinamentos constantes. Para que o profissional seja especialista em algumas funções é preciso que passe por pelo menos dois anos de capacitação inicial, sem prejuízo de frequentes reciclagens e novos treinamentos”, diz Silvia.

 

A etapa do manuseio até o meio de transporte também exige cuidados para evitar falhas. Segundo Silvia: “os profissionais passam por cursos específicos para o manuseio seguro dos gases, cilindros e outros materiais e equipamentos destinados ao transporte de gases, desde o correto posicionamento nos caminhões até a entrega aos clientes”.

 

Além de toda a capacitação para funções específicas e treinamentos constantes dos procedimentos de segurança, todos os colaboradores da empresa precisam adotar medidas de proteção ao entrar nas plantas, como a utilização dos chamados EPIs (Equipamento de Proteção Individual), seguindo a Norma Regulamentadora nº 06 (NR-06) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Durante a pandemia, os protocolos de uso de EPIs foram ampliados e passaram a compreender máscaras, macacões específicos, a depender da função desempenhada, entre outros equipamentos para proteção.   

 

“Assim que colocamos nossos pés na área de produção da Air Products, a primeira coisa que temos de fazer é colocar capacete, sapato, óculos de proteção, luvas e outros equipamentos específicos de segurança. É um procedimento que todos, sem exceção, devem seguir”, explica Silvia. “Nosso cuidado é constante e não apenas na empresa. Precisamos seguir todas as medidas de segurança, principalmente neste momento de pandemia, em casa ou na rua, cuidando da higiene, usando máscaras, etc., de forma a proteger todos aqueles que estão a nossa volta. Essa é a postura estimulada pela Air Products”, completa.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários