banner_top_volvo
Banner MBB top Site
Anuncio - HTML - topo
BOOM NOS COLETIVOS

Mercedes supera os 100 mil chassis de ônibus OF 1721 vendidos no Brasil

Desde que foi lançado, há 23 anos, o OF 1721 é o campeão de vendas do segmento de ônibus no mercado brasileiro considerando todas as marcas e modelos

08/06/2021 11h31Atualizado há 2 semanas
Por: Romulo Felippe
7.153

Num ano de grandes marcos históricos para a Empresa, a Mercedes-Benz do Brasil comemora o volume de 100.000 chassis OF 1721 vendidos no País. São mais de 120.000 unidades produzidas na fábrica de São Bernardo do Campo (SP), atendendo também ao mercado externo e às demandas das encarroçadoras.   

 

O OF 1721 teve sua primeira versão comercializada entre 1998 e 2004, sendo campeão de vendas do mercado em todos esses anos. Entre 2005 e 2011, com a entrada em vigor da norma Euro 3 no Brasil, ele foi substituído pelo OF 1722. A partir de 2012, já na atual versão Euro 5, voltou a receber a denominação OF 1721, dando sequência à liderança nas vendas no País desde então.

 

“O OF 1721 já nasceu vencedor. Desde que foi lançado, há 23 anos, é o best-seller do mercado brasileiro considerando todas as marcas e modelos”, ressalta Walter Barbosa, diretor de Vendas e Marketing Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “Logo de cara, conquistou a preferência dos clientes tanto para o transporte coletivo urbano, como para operações rodoviárias e de fretamento. A manutenção da liderança por mais de duas décadas deve-se a diferenciais amplamente reconhecidos pelo mercado, como alta performance, menor consumo de combustível do segmento, baixo custo operacional, ampla disponibilidade e confiabilidade no transporte de passageiros, alto valor de revenda e rede de concessionários dedicada, onde o cliente tem facilidade de encontrar peças de reposição”.

 

Tendo conquistado grande preferência no transporte coletivo urbano, tanto nas regiões metropolitanas, quanto nas demais cidades e em todo o País, os 100.000 chassis OF 1721 emplacados no Brasil significam uma média de aproximadamente 4.350 unidades por ano. O sucesso de vendas do OF 1721 contribui de forma importante para o êxito da linha OF de ônibus Mercedes-Benz com motor frontal, que chegou aos 50 anos no último mês de março. Ao longo dessas cinco décadas, foram emplacados mais de 256.000 modelos OF no mercado brasileiro, com produção total de cerca de 310.000 unidades.

 

“Graças ao seu sucesso junto aos clientes, a linha OF sempre deu grande contribuição para a nossa tradicional e histórica liderança de mercado no segmento de ônibus, que se repete há 64 anos no País”, afirma Walter Barbosa. “Nesses 50 anos, muitas empresas nasceram, cresceram e se consolidaram no transporte urbano e rodoviário utilizando esta família de veículos da nossa marca em suas frotas”.

 

Desenvolvido para receber carroçarias de até 13,2 metros, o OF-1721 vem equipado com o motor eletrônico OM 924 LA de 4 cilindros, que oferece potência de 208 cv a 2.200 rpm e torque de 780 Nm de 1.200 a 1.600 rpm. Este motor é referência pela economia no consumo de combustível e por um alto torque em baixas rotações.

 

Além da tradicional configuração com suspensão metálica, o OF 1721 é oferecido também com suspensão pneumática, aumentando a satisfação dos passageiros e do motorista em relação à comodidade do veículo.

 

Entre os itens de série do OF 1721 incluem-se exclusivo freio-motor Top Brake, sistema de freio ABS, caixa de mudanças G 85 de 6 marchas com radiador de óleo, polia adicional para ar condicionado e conexão para extração de dados de telemetria (FMS). A lista de opcionais conta com itens como tacógrafo digital e retarder.

 

O OF 1721 também vem equipado, de série, com o EIS – sistema de desligamento automático do motor. Se o ônibus está parado, porém com motor ligado, câmbio no ponto morto e freio de mão acionado, numa situação que perdure por um longo período – por exemplo, 4 minutos – sem que o motorista acelere o veículo ou acione o freio de serviço, o sistema entra em ação e automaticamente desliga o motor.

 

Esta é uma situação bastante comum em garagens, rodoviárias, terminais urbanos e pontos de parada. Nessas circunstâncias, o EIS desliga sozinho, proporcionando economia no consumo de combustível, além de reduzir as emissões de poluentes e de ruídos.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários