BONS SINAIS

Implementos pesados registram o melhor mês de setembro desde 2007

Foram emplacados 7.851 implementos rodoviários; Setor Leve comercializou 4.527 unidades em setembro; Selic pode chegar a 11,75% no final do ano

09/10/2023 12h38Atualizado há 8 meses
Por: Romulo Felippe

 

O segmento de Reboques e Semirreboques registrou o melhor mês de setembro desde 2007. No mês passado foram emplacados 7.851 implementos rodoviários. “O ambiente está favorável ao crescimento do setor com o agronegócio e a construção civil dando suporte a essa espiral positiva que verificamos”, diz José Carlos Spricigo, presidente da Anfir -Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários.  

A previsão de vendas de Reboques e Semirreboques para 2023 é que sejam comercializadas 85 mil unidades ao mercado doméstico. “A produção total da indústria deverá ser de 160 mil unidades, sendo cerca 150 mil licenciamentos e 5.300 produtos para o mercado externo”, estima.

O segmento Leve registrou em setembro 4.527 unidades emplacadas. O setor de Carroceria sobre chassis tem suas vendas ligadas às operações urbanas de distribuição de carga e ainda não entrou em ritmo de recuperação.  Para o presidente da Anfir existem movimentos feitos na esfera oficial que tendem a ajudar o mercado a se recuperar.

Um deles, por exemplo, foi a continuação do programa de Reescalonamento do Pagamento de Débitos no Âmbito do Simples Nacional (Relp), aprovado em março de 2022, que beneficia cerca de 440 mil micro e pequenas empresas endividadas. “É importante estar atento ao problema da inadimplência porque é um fator que impede o acesso ao crédito”, alerta Spricigo.  

A taxa Selic, que está atualmente em 12,75% ao ano e baliza as operações de crédito, poderá ter novas reduções. “O Copom tem sinalizado favoravelmente a fazer reduções cautelosas na taxa e diante desse comportamento ela pode encerrar o ano em 11,75%”, conclui.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários