Banner MBB top Site
Mercado

Implementos: desempenho do setor aproxima-se do registrado em 2019

De janeiro a novembro foram emplacados 108.899 produtos, o que representa retração de 1,79%

03/12/2020 16h34Atualizado há 4 meses
Por: Redação da Revista Caminhões
1.365

A previsão para 2020 do volume de emplacamentos de implementos rodoviários empatar com o total registrado em 2019 está mais próxima. De janeiro a novembro a indústria entregou ao mercado 108.899 produtos, ante 110.879 unidades no mesmo período de 2019. Isso representa retração de 1,79%.

“A retomada dos negócios em meio a recessão atual segue de forma gradual mas firme”, analisa Norberto Fabris, presidente da Anfir -Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários. O bom desempenho de setores como agronegócio, responsável por mais de 40% dos negócios no segmento Pesado; construção civil, com a retomada de lançamentos residenciais e obras de infraestrutura; e transporte de remédios e alimentos têm sido responsável pela recuperação da indústria.

O setor de reboques e semirreboques já apresenta resultado positivo no ano. De janeiro a novembro de 2020 foram emplacados 60 mil produtos, contra 58,5 mil no mesmo período do ano passado Isso representa variação positiva de 2,64%.

No segmento de Carroceria sobre chassis o desempenho ainda registra retração. De janeiro a novembro de 2020 a indústria distribuiu 48,8 mil unidades ante 52 mil em 2019, o que representa variação negativa de 6,7%

Para o presidente da Anfir o próximo ano deverá ser de retomada. “A recessão em que nos encontramos deverá ser curta porque não é um choque desencadeado por grandes desequilíbrios. “O apoio de políticas monetária e orçamentária foram e continuarão sendo decisivos para impulsionar a recuperação da economia”, conclui Fabris.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários