Natal Mercedes
Mercado

Globoaves e Carsten Serviços optam por caminhões Volkswagen na frota

Empresa paranaense da área de frangos adquiriu 21 veículos, enquanto a de transporte de soluções logísticas comprou 30

18/11/2020 15h22Atualizado há 2 meses
Por: Bruno Castilho
1.957
Parte do lote de caminhões adquiridos pela Globoaves
Parte do lote de caminhões adquiridos pela Globoaves

A Volkswagen realizou recentemente boas vendas de caminhões para duas empresas brasileiras. A Globoaves, com sede na cidade de Cascavel, no Paraná, renovou sua frota com 21 caminhões para o transporte de sua produção em todo território brasileiro e também no Paraguai. Já a Carsten Serviços – empresa de transporte e soluções logísticas – para reforço na sua operação de distribuição urbana de bebidas adquiriu 30 veículos, que irão atuar na região metropolitana de Belo Horizonte (Minas Gerais).

No caso da empresa paranaense, o lote adquirido é formado por seis unidades do MAN TGX 28.440, 12 Constellation 17.280 e três Constellation 24.280 8x2. A Globoaves tem atuação desde 1985 e é uma das referências no setor avícola nacional, com forte participação em todo o ciclo de produção da proteína – do ovo à carne industrializada. “Somos uma empresa full liner, com veículos que são referência desde os leves aos extrapesados, o que nos possibilita oferecer ao cliente a melhor solução para cada negócio. Esse trabalho foi muito bem realizado pelo nosso time comercial e pela equipe da nossa concessionária local, a Icavel, que identificou a exata necessidade do cliente e indicou caminhões que reúnem todos os atributos necessários para gerar os melhores resultados à Globoaves”, afirma Ricardo Alouche, vice-presidente de vendas, marketing e pós-vendas da Volkswagen Caminhões e Ônibus.

Entre os fatores de compra apontados pelo cliente estão o baixo custo de manutenção e a versatilidade dos caminhões Volkswagen, que permite atender toda a cadeia produtiva do frango. O negócio foi fechado com auxílio do consórcio Maggi.

De um consumo na casa de 13,5 kg anuais per capita em 1990, a carne de frango se tornou a líder do ranking brasileiro, com quase 43 kg anuais por pessoa, de acordo com os dados consolidados de 2019 da Embrapa, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. O país é o terceiro colocado global na produção dessa proteína, com 13,2 milhões de toneladas em 2019, e líder em exportações, com 4,2 milhões – como se vê, a maior parte do que é produzido (68%) se destina ao mercado interno.

O ranking da produção nacional tem o pódio dominado pelos estados da Região Sul. Dentro desse cenário, a Globoaves pode ser considerada uma verdadeira potência. A empresa possui incubatórios em dez estados brasileiros, onde incuba cerca de 45 milhões de ovos férteis por mês, que são comercializados em todo o território nacional.

Com granjas de matrizes nos estados do Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás e Rondônia, a Globoaves possui plantel de cerca de 1,7 milhão de matrizes que produzem diariamente 800 mil ovos férteis que são enviados para os incubatórios da empresa e que também são comercializados para clientes de mercado interno e externo que possuem incubação própria.

Já a compra da Carsten se divide em dois modelos: Constellation, nas versões 24.280 e 17.190 Robust, e Delivery 13.180. As unidades já foram entregues, em um negócio fechado com o apoio da concessionária Marka, sediada em Bauru (São Paulo).

A estimativa da Carsten, que tem sede em Agudos (São Paulo), é de que os veículos adquiridos irão rodar uma média de 70 mil quilômetros mensais. Para uma operação tão severa, a escolha dos caminhões se baseia em quatro aspectos: robustez e segurança, garantindo disponibilidade da frota para a entrega de mercadorias; inteligência embarcada, com ferramentas de conectividade; e economia de combustível, que, para a Carsten, tem também um forte apelo ambiental.

“Para que tenhamos mais competitividade no mercado, a economia de combustível é fundamental para as nossas operações e também na sustentabilidade, pois menos combustível gasto significa também menos emissão de poluentes por quilômetro rodado”, explica Rennan Carsten Laurentino, diretor de operações da Carsten.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários