Natal Mercedes
Frotista

Ghelere Transportes busca solução tecnológica em prol da segurança

Transportadora fechou parceria com a Intelbras, e até agora, quase 200 caminhões já contam com a proteção da solução DVR veicular

30/10/2020 15h02
Por: Bruno Castilho
1.797

A frota da Ghelere Transportes, empresa com 40 anos de mercado, desde 2019 está mais segura. A transportadora fechou parceria com a Intelbrase e até agora, quase 200 caminhões já contam com a proteção da solução DVR veicular.

A Ghelere Transportes, que possui sede em Cascavel, no Paraná, conta com filiais espalhadas por São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais e Rio de Janeiro, procurou a Intelbras, pois precisava de uma solução tecnológica para deixar a frota mais segura.

"Iniciamos a implementação da solução pelas filiais, já que possuía maior número de sinistros e, em poucos meses, esses números já haviam diminuído exponencialmente", conta Eduardo Ghelere, gestor de frota da Ghelere. "O comportamento dos motoristas também mudou, eles se sentem mais seguros, evitam o uso do celular e não dão mais caronas", completa.

Além de incrementar a segurança da frota, os DVRs aceleram a tomada de decisões em situações críticas. Um exemplo recente, segundo Eduardo, foi quando um dos motoristas passou mal durante uma viagem e dirigiu-se rapidamente ao acostamento. “Foi possível identificar o problema em questão de segundos através da solução DVR e enviar ajuda rapidamente. A solução nos ajudou a diminuir o tempo na identificação do problema e nos permite agir com maior rapidez. Outra surpresa positiva foi o fato de agora podermos corrigir boletins de ocorrência que estavam errados, comprovando a inocência da empresa, graças ao monitoramento da solução", complementa Ghelere.

"As soluções veiculares da Intelbras foram desenvolvidas para garantir mais segurança, agilidade e uma gestão inteligente das frotas, algo que é tão importante para o desenvolvimento econômico e social do Brasil. Ficamos muito satisfeitos em comprovar que nossas soluções estão otimizando e tornando o serviço prestado pela Ghelere mais assertivo e seguro", afirma Rafael Duarte, gerente do segmento de gerenciamento de imagens da Intelbras.

De acordo com o último estudo realizado pela Confederação Nacional dos Transportes sobre acidentes rodoviários com caminhões, ocorreram, em 2018, 2.631 acidentes com vítimas envolvendo caminhões, e esses veículos estão presentes em 23,4% das ocorrências nas vias federais brasileiras. "O sistema de monitoramento é necessário para manter a segurança, tanto do motorista do caminhão quanto dos demais condutores na pista", complementa Duarte.

Com a satisfação trazida pela solução de monitoramento veicular, a Ghelere Transportes não só pretende implementar o sistema em todos os caminhões da frota, como também incorporar mais recursos, com a instalação de câmeras, sensores de inércia e, ainda, expandir para a soluções de detecção de fadiga e uso do celular.

"Estamos muito satisfeitos e positivamente surpresos com os resultados da solução. Pretendemos expandir a parceria instalando ainda mais soluções de DVRs veiculares e incorporando novas tecnologias para deixar nossa frota mais segura", finaliza Eduardo.

Tecnologia

O DVR veicular, integrado a uma câmera, permite monitorar em tempo real, em que situação se encontra os veículos, os passageiros (se houver) e os motoristas, desde a saída até o retorno.

Por isso, informa Rafael Duarte, o DVR veicular tem sido uma das saídas encontradas por gestores de frota em busca de mais proteção contra furtos de cargas, sequestros, vandalismos e acidentes de trânsito e, também, porque ajudam a acompanhar o desempenho e o comportamento do motorista quando está dirigindo a trabalho, as condições dos passageiros ou da carga e ainda das estradas que estão em sua rota.

Com o uso dessas tecnologias, a gestão fica mais inteligente. Os veículos estão sempre conectados com a empresa e, entre eles, trocam informações sobre a localização, o andamento da viagem e das rotas planejadas, o comportamento dos motoristas e passageiros, as condições da carga e até do combustível.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários