banner topo
LOGÍSTICA

Contorno rodoviário vai aliviar tráfego pesado na Grande Vitória

Ministro Marcelo Sampaio vistoria maior obra do Governo Federal no Espírito Santo

18/04/2022 12h45Atualizado há 1 mês
Por: Romulo Felippe
28.602
Foto: Ricardo Botelho/MInfra
Foto: Ricardo Botelho/MInfra

 

O fluxo de caminhões de cargas que circulam pela região metropolitana de Vitória (ES) ganhará agilidade com a construção de um corredor logístico com quase 20 quilômetros de pista dupla. Trata-se do contorno do Mestre Álvaro, um traçado da rodovia BR-101 planejado como alternativa rodoviária ao escoamento das cargas provenientes das regiões Sul, Nordeste e Norte do estado. Nesta segunda-feira (11), em visita ao estado, o ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, esteve na rodovia para ver de perto o andamento das obras, que são executadas pelo Governo Federal, por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

 

De acordo com o ministro Marcelo Sampaio, a obra é estratégica para o transporte rodoviário de cargas no Espírito Santo. “A obra foi iniciada e será finalizada pelo governo do presidente Jair Bolsonaro. Tanto ela como o acesso ao Porto de Capuaba [na BR-447] vão segregar o tráfego urbano do pesado, o que impacta diretamente na mobilidade, diminui tempo de viagem e entrega mais segurança para o usuário”, afirmou.

 

Cerca de 47% da obra já foi executada. A construção do contorno recebeu R$ 456,4 milhões de recursos federais e vai beneficiar 2 milhões de pessoas em toda a região metropolitana de Vitória, incluindo as cidades de Serra e Cariacica. O empreendimento contribui para melhorar a fluidez do trânsito na região de Serra, facilitando o tráfego de veículos pesados que fazem o transporte de mercadorias em direção ao Porto de Vitória. Por dia, cerca de 50 mil veículos circulam pela rodovia. Espera-se que as intervenções reduzam esse movimento em até 35%, diminuindo também o número de acidentes.

 

Enquanto o empreendimento não é concluído, o fluxo de caminhões na região metropolitana de Vitória tem necessariamente que atravessar a capital capixaba para chegar ao porto, tornando intenso o trânsito urbano. No momento, a obra do contorno é a maior e uma das principais desenvolvidas pelo Ministério da Infraestrutura (MInfra) no Espírito Santo.

 

Marcelo Sampaio vistoriou também as obras de construção das alças de acesso ao Porto de Capuaba. Após a implantação da BR-447, a nova convergência do trânsito vai facilitar o tráfego de veículos pesados entre as cidades de Cariacica, Serra e Vila Velha, e agilizar a logística de embarque e desembarque de mercadorias no porto. As melhorias são realizadas em 4,7 quilômetros da rodovia.

 

Após as vistorias, o ministro Marcelo Sampaio se encontrou nesta tarde com o governador do estado, Renato Casagrande, para tratar sobre o os serviços em andamento e a possibilidade de convênios entre os Executivos federal e estadual para viabilizar os recursos necessários à modernização da infraestrutura de transportes no Espírito Santo.

 

Um dos projetos a serem encaminhados dessa forma é a proposta de reforma e ampliação do Aeroporto de Linhares, obra estratégica ao desenvolvimento da aviação regional. O governo local desenvolverá diretamente os projetos e os submeterá, quando concluídos, à análise da Secretaria de Aviação Civil/Minfra para que seja firmado um termo de compromisso voltado à execuçlão das intervenções com aporte federal. São projetados investimentos da ordem de R$ 30,3 milhões, sendo 85% recursos da União e 15% contrapartida do estado, para obras de edificações e infraestrutura complementar no terminal aéreo. O município é o atual responsável pela administração e operação aeroportuária, podendo ele, inclusive, contratar a Infraero para a implantação do projeto.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários