Natal Mercedes
INTERNACIONAL

Na Europa, gigante DHL inicia testes nas estradas com o Volvo FH Elétrico

Objetivo é acelerar a introdução de caminhões pesados elétricos em operações de transporte regional na Suécia

23/02/2021 12h30Atualizado há 4 dias
Por: Romulo Felippe
2.465

Até agora, a principal aplicação de caminhões elétricos tem sido em distâncias mais curtas, dentro de cidades e em áreas urbanas. Agora, a DHL e a Volvo Trucks vão iniciar um projeto para transporte pesado em distâncias maiores, com testes de um Volvo FH Elétrico com PBT de 60 toneladas.

A partir de março, o caminhão vai operar entre dois terminais logísticos da DHL na Suécia, percorrendo uma distância de 150 km. Os testes vão fornecer dados que ajudarão a otimizar o equilíbrio entre as distâncias cobertas, peso da carga e pontos de recarga em operações diárias de transporte rodoviário.

A DHL está trabalhando ativamente, com o apoio da Volvo, para reduzir o impacto ambiental de sua operação, tendo a sustentabilidade como parte da estratégia da empresa. “Nossa meta é reduzir para zero todas as emissões relacionadas à logística. Números importantes já foram atingidos: a eficiência em CO2 de nosso Grupo já melhorou 35%, em comparação com 2007. Porém, precisamos de soluções tecnológicas inovadoras e parcerias fortes para permanecer nessa jornada. Tenho certeza de que nossa forte cooperação com a Volvo Trucks, uma das maiores marcas de caminhões do mundo, nos ajudará a alcançar nossas ambiciosas metas ambientais”, diz Uwe Brinks, CEO da DHL Cargas.

Ao promover uma transição eficiente para a eletrificação a Volvo Trucks dá passos importantes para um transporte livre de combustíveis fósseis no futuro, num modelo que leva em consideração todo o ecossistema para eletrificação em caminhões, incluindo recargas, planejamento de rotas, veículos e serviços de apoio.

“O ramo dos transportes está mudando rapidamente e ser sustentável é uma vantagem comercial cada vez mais importante para nossos clientes. Oferecemos soluções em transportes eficazes, que ajudam numa transição mais rápida para combustíveis de origem não fóssil, como a energia elétrica. Temos uma longa relação com a DHL. Seu conhecimento amplo e global em logística nos permite estudar as condições necessárias para progredir com essa mudança de tecnologia, adaptando-a para atender as necessidades dos clientes e de seus diversos tipos de operações,” afirma Roger Alm, presidente da Volvo Trucks.

A DHL Cargas está realizando diversos projetos em tecnologia sustentável e livre de combustíveis fósseis. Na Suécia, a empresa criou um programa de despacho de cargas focado nas mudanças climáticas. Clientes que optarem por este programa pagam uma tarifa adicional fixa por pacote ou pallet despachado. Esta receita adicional é investida em tecnologias limpas.

“O setor de logística está enfrentando um desafio imenso, mas que também traz muitas oportunidades, com a descarbonização do transporte de cargas. A colaboração com a Volvo Trucks ajuda a DHL Cargas a desempenhar um papel ainda maior na transição em direção a alternativas sustentáveis. Esta é mais uma evidência de nossa estratégia de longo prazo para um transporte neutro em impactos climáticos”, explica Robert Zander, CEO da DHL Cargas na Suécia.

Volvo avança na eletrificação

Atualmente, a Volvo já produz em série os modelos Volvo FL Electric e Volvo FE Electric para distribuição urbana. Recentemente a

DHL colocou um dos novos Volvo FL Electric em operação em Londres, o primeiro caminhão da marca 100% elétrico para distribuição urbana no Reino Unido.Ao final de 2020, a Volvo Trucks iniciou as vendas do modelo VNR Electric na América do Norte. Ainda este ano terão início as vendas da linha de caminhões elétricos pesados da marca na Europa. “Nosso compromisso é ter toda nossa linha de caminhões livre de combustíveis fósseis até 2040”, conclui Roger Alm.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários