Natal Mercedes
Europa

Novo Actros F com cabina desenvolvida no Brasil já disponível para encomendas

Modelo será comercializado pela Mercedes-Benz Trucks na Europa. Caminhão pesado começará a ser produzido na Alemanha a partir de abril deste ano

27/01/2021 12h09Atualizado há 4 semanas
Por: Redação da Revista Caminhões
5.464

Clientes de 24 países na Europa e de outros continentes já podem encomendar o Novo Actros F com cabina desenvolvida no Brasil. O novo modelo amplia o portfólio da família de pesados da Mercedes-Benz Trucks na Europa e oferece aos clientes um caminhão com o DNA do Actros no que se refere a eficiência, economia e, é claro, segurança. O caminhão começará a ser produzido na Alemanha a partir de abril deste ano.

A utilização do projeto brasileiro pela Daimler Trucks reafirma a importância da Mercedes-Benz do Brasil como player global no desenvolvimento de caminhões. A produção de uma cabina global inédita para o mercado europeu demonstra a competência e experiência da equipe brasileira em gerar soluções para todas as demandas do transporte de cargas.

“Com a cabina do Novo Actros, já atendemos nossos clientes do Brasil. Agora, chegaremos a outros países e continentes. Esta é a primeira vez que a Empresa exporta um projeto desse porte para nossa matriz, o que traz muito orgulho e satisfação para todos nós”, afirma Roberto Leoncini, vice-presidente de vendas e marketing caminhões e ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

“Com essa nova versão, o objetivo é que os clientes obtenham o máximo do seu Actros, alcançando a rentabilidade operacional e os lucros desejados. A Mercedes-Benz tem assim a melhor solução para cada demanda dos nossos clientes”, completa o executivo brasileiro.

A cabina do Novo Actros F desenvolvida no Brasil trará vantagens tanto para a empresa de transporte, quanto para o motorista. “A altura externa mais baixa da cabina e, consequentemente, sua menor área frontal diminuem a resistência aerodinâmica, contribuindo para a redução do consumo de combustível”, diz Roberto Leoncini. “Nas estradas brasileiras, essa solução resulta em até 1% de redução no consumo de diesel. Isso significa, por exemplo, uma economia de até R$ 500 mil por ano numa frota de 200 caminhões no nosso país”.

De acordo com Leoncini, a altura mais baixa da cabina, com menos degraus de acesso, assegura conforto e facilidade para o dia a dia do motorista. “Essa dimensão de cabina permite atender clientes que operam com restrição de altura do veículo em suas atividades de transporte”, afirma.

“Constatamos isso no Brasil, onde essa cabina é série no Novo Actros, e agora essa solução desenvolvida aqui vai atender outros clientes e mercados. Aliás, ouvimos muito os transportadores e motoristas aqui no Brasil até chegarmos a essa cabina, que, além da facilidade de acesso, oferece um espaço interno amplo, confortável e extremamente ergonômico”, reforça.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários