Banner MBB top Site
Novo Volvo Master
Banner Librelatto top
Dia a dia

FM Logistic investe em educação e capacitação profissional de jovens

Empresa realiza a 2ª formatura de nove adolescentes do projeto Escola de Logística. Estudantes estão aptos operarem em serviços logísticos

02/12/2020 15h52
Por:
1.372

A FM Logistic, um dos principais operadores de logística e supply chain do mundo, há três anos tem direcionado atenção especial para ações assistenciais nas regiões em que atua. Idealizada em 2017, a Fundação FM apoia 15 projetos em 9 países e oferece assistência para, aproximadamente, 800 beneficiários. Todo o processo é realizado com o apoio dos colaboradores, que são voluntários e os principais agentes transformadores.

Globalmente, no ano fiscal 2019-2020, a Fundação FM direcionou quase 62 mil euros para 12 projetos sociais em 8 países, o que envolveu mais de 270 colaboradores, 14 instituições parceiras e 452 beneficiários.

No Brasil, a FM Logistic criou, em 2018, a Escola de Logística FM em parceria com a Fundação Iochpe. O projeto se configura em um programa de qualificação profissional de jovens em situação de vulnerabilidade social que moram nas proximidades onde a empresa está instalada.

No momento, as ações estão centralizadas na unidade de São Paulo e apoiam nove adolescentes com idade entre 16 e 20 anos, que se especializam nas áreas de logística e, após imersão de nove meses, recebem certificado emitido na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e estão aptos a iniciarem a carreira na área de operadores de serviços logísticos. No ano passado, foram direcionados, aproximadamente, R$ 130 mil para as ações sociais da Escola de Logística FM.

"É gratificante poder contribuir para a carreira profissional e a melhora considerável na qualidade de vida de jovens que precisam de um suporte social. No ciclo passado, tivemos 28 colaboradores voluntários envolvidos que compartilharam habilidades e conhecimentos em mais de 900 horas de aulas", explica Ronaldo Fernandes da Silva, presidente da FM Logistic do Brasil.

Na última semana, a empresa realizou a formatura da segunda turma da Escola de Logística. O evento ocorreu virtualmente em razão do distanciamento social imposto pelo coronavírus. Na ocasião, os nove adolescentes receberam a certificação e quase todos serão incorporados ao quadro de aprendizes da companhia e atuarão em áreas conforme o perfil aprimorado durante o período de estudo.

Hoje, os participantes do projeto no Brasil contam com bolsa auxílio, seguro de vida, uniforme, alimentação, vale transporte, ônibus fretado, material escolar e didático e aulas de conhecimento técnico voltado à logística, desenvolvimento pessoal, comunicação, ética e cidadania.

"A Escola de Logística é parte integrante da Fundação FM, que tem por objetivo apoiar, acompanhar e construir projetos de inovação social nas áreas de inclusão e infância. Para o próximo ciclo, queremos formar outros jovens e temos planos que, em breve, conseguiremos expandir a atuação do projeto para todas as localidades em que estamos inseridos", finaliza o executivo.

FM Logistic

Fundada na França em 1967, a FM Logistic é uma empresa com faturamento de 1,43 bilhão de euros (2019-2020), está presente em 14 países da Europa, Ásia e América Latina e conta com, aproximadamente, 27,5 mil colaboradores.

 

A FM Logistic investe constantemente em inovação para oferecer soluções logísticas de armazenagem, co-packing e transporte para atender às necessidades dos consumidores, bem como do crescimento do e-commerce e do omnichannel. Seu portfólio de atuação abrange indústrias nacionais e internacionais de bens de consumo, varejo, cosméticos, manufaturados e produtos de cuidados pessoais. No Brasil, está presente desde 2013, onde conta com cinco centros de distribuição localizados estrategicamente em SP, SC, RS, MG e RJ, empregando cerca de mil colaboradores.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários