Banner MB top01
Montadora

Iveco anuncia nova estrutura na América do Sul e segue seu plano de crescimento

As mudanças representam, segundo a montadora, os pilares do plano de crescimento e de desenvolvimento da marca na região

31/08/2020 11h17Atualizado há 4 semanas
Por: Bruno Castilho
1.881

Entrando numa nova fase na América do Sul, Central e Caribe, a Iveco, marca da CNH Industrial, terá uma nova estrutura na região a partir de 1º de setembro de 2020, sob a liderança de Márcio Querichelli, para os segmentos de caminhões e ônibus.

No novo organograma, os experientes profissionais Ricardo Barion e Francisco Spasaro seguem como os diretores comerciais da Iveco para o Brasil e para a Argentina, respectivamente, enquanto Marcelo Leonardi é o diretor comercial dos demais mercados importadores da América do Sul e Central.

Thiago Carlucci comanda a área de marketing da marca; Marcelo Assis é o responsável pelo desenvolvimento da rede de concessionários; Renato Perrotta segue responsável por vendas governamentais; Cláudio Dornellas cuida da administração de vendas e do planejamento de demandas e Alexandre Jordão segue à frente da área de gerenciamento de produto.

A estrutura da companhia na América do Sul tem ainda uma equipe linha no atendimento e suporte ao cliente com os profissionais Rômulo D'Alessandro, responsável pelo suporte ao produto e ao cliente, e José Queiroz, responsável pela área de soluções de pós-vendas.

Humberto Spinetti, até então diretor de negócios de ônibus e veículos de defesa para a América do Sul, passa a se dedicar exclusivamente à Iveco Defence Vehicles. Interinamente, Querichelli será o responsável pela Iveco Bus.

A montadora italiana ainda destaca a contratação do engenheiro Ricardo Coelho, profissional experiente na área técnica e de gestão de produtos, que retorna à companhia para liderar a engenharia de produto e plataforma de caminhões e ônibus.

Marco Borba, vice-presidente da Iveco para a América do Sul, deixa a companhia para seguir outros objetivos profissionais. E o cargo também deixa de existir.

“Estas mudanças representam os pilares do plano de crescimento e de desenvolvimento da marca na nossa região, e estou convencido de que a nossa organização e a marca serão fortalecidas em busca dos objetivos de curto, médio e longo prazos”, afirma Querichelli.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários