PASSAGEIROS

Chegada do Volvo B320R reforça o portfólio de ônibus de motor traseiro

Com versões para aplicação urbana, rodoviária e fretamento os veículos trazem como principal novidade o motor D8K Euro 6, mais potente e econômico do que o da geração anterior

20/10/2023 15h30Atualizado há 7 meses
Por: Romulo Felippe

 

A chegada do Volvo B320R reforça o portfólio de ônibus de motor traseiro da marca. “Além da tradicional versão urbana esse veículo tem opções para outras aplicações, como fretamento e rodoviária de curta distância. É um chassi altamente versátil”, assegura Paulo Arabian, diretor comercial de ônibus da Volvo. Disponível na configuração de eixos 4×2, o modelo pode receber carrocerias de até 13,2 metros de comprimento e 3,65 metros de altura.

Novo motor e transmissão O Volvo B320R é equipado com o motor D8K Euro 6 e traz novidades em relação ao seu antecessor. “As emissões foram reduzidas, mas a potência (320cv) e o torque (1200 Nm) estão ainda maiores”, afirma Gilcarlo Prosdocimo, gerente de engenharia de vendas da Volvo. No novo motor o alto torque surge já em baixa rotação. Com isso, o veículo ficou extremamente silencioso e suave para os passageiros e para a condução do motorista.

Além disso, o propulsor Euro 6 de oito litros é ainda mais econômico do que a versão anterior, que já era referência nesse quesito. O período de troca de óleo poderá chegar a 100.000km, dependendo da aplicação. Nas versões fretamento e rodoviária a caixa de câmbio é a Volvo I-Shift de 7ª geração, que equipa todos os veículos rodoviários da marca. Tem engates suaves e rápidos, quase imperceptíveis.

Para aplicação urbana o transportador pode escolher entre duas opções de transmissão automática, das marcas ZF ou Voith. Segurança Em linha com a visão “Zero Acidentes”, ideal de futuro da marca com seus veículos, o novo chassi incorpora freios eletrônicos EBS de 5ª geração, freios a disco em todas as rodas e, na versão rodoviária, o ESP, controle eletrônico de estabilidade, é de série.

Outro destaque da versão rodoviária é o freio motor VEB300 com 300cv de potência, já presente nos caminhões Volvo VM. Com o freio auxiliar retarder (item opcional) a potência de frenagem pode alcançar 900cv. Manutenção e rentabilidade Embora tenha motor e transmissão novos, a manutenção do chassi B320R é bastante funcional.

“Vários dos outros componentes já integram nossos chassis há muitos anos. Isso garante disponibilidade de peças e ampla experiência em serviços nas concessionárias Volvo. Como os demais chassis da marca, o B320R é muito robusto e eventuais manutenções podem ser executadas com rapidez, garantindo um rápido retorno à operação. É um ônibus de alta produtividade e rentabilidade para o operador”, assegura Arabian.

O chassi B320R é um modelo global e já era fornecido pela Volvo para mercados de exportação como Chile e Colômbia. “Neste ano, com a entrada em vigor da norma de emissões Euro 6, vimos uma excelente oportunidade de introduzi-lo também no Brasil. O mercado de ônibus segue em plena recuperação pós-pandemia. Um ambiente econômico melhor, com elevação no nível de crédito, sinalização de queda da taxa de juros e redução do desemprego favorece a demanda no deslocamento de pessoas por ônibus.

Além disso, a Volvo está num momento muito positivo de vendas no país. No acumulado do ano, nossas entregas cresceram 68,5%. A introdução do chassi B320R ampliará ainda mais nossa oferta nos segmentos urbano e rodoviário de entrada”, finaliza Paulo Arabian.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários