TRANSPORTE

Ônibus elétrico da Mercedes-Benz recebe, no Brasil, credenciamento para financiamento através do Finame

eO500U atende exigência de conteúdo nacional e pode ser financiado pela linha BNDES Finame – Baixo Carbono

13/06/2023 10h26Atualizado há 10 meses
Por: Romulo Felippe

 

O chassi de ônibus urbano elétrico Mercedes-Benz e-O500U já está credenciado junto ao BNDES para financiamento via Finame – Baixo Carbono, linha especial criada para incentivar as empresas de máquinas e equipamentos a adotar a solução de eletromobilidade em suas frotas. Para tanto, o veículo atende ao índice de conteúdo local exigido pelo BNDES.

 

Para chegar a esse conteúdo, o eO500U recebe diversos elementos produzidos pela Empresa no Brasil, como a estrutura do chassi, itens elétricos e as baterias, fornecidas pela BorgWarner e produzidas em sua fábrica de Piracicaba (SP). O credenciamento da Mercedes-Benz também leva em conta outros fatores, como os índices qualificadores, investimento no País, treinamentos de capacitação e especialização, exportações, mão-de-obra e outros.  

 

“Esta é a primeira vez que nossa Empresa participa de um case carbono zero”, afirma Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing de Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “Continuaremos investindo gradativamente na nacionalização do produto, visando, dessa forma, aumentar o conteúdo local e desenvolver a indústria da mobilidade elétrica no País”.

 

“O credenciamento do eO500U é de extrema importância. O BNDES é um aliado forte das empresas de transporte para financiamento de ônibus e renovação de frota, o que é ainda mais relevante no caso dos elétricos”, diz Leoncini. “Esse apoio é imprescindível para que o Brasil avance no campo da eletromobilidade e da descarbonização, o que trará benefícios ao meio ambiente e à qualidade do ar nas cidades”.

 

As primeiras unidades do eO500U começam a ser produzidas em série neste mês de junho. Assim, passam a fazer parte da programação da moderna Linha de Produção de Chassis de Ônibus da fábrica da Mercedes-Benz do Brasil em São Bernardo do Campo (SP), que se destaca por conceitos e processos da Indústria 4.0.

 

“Veículos elétricos são sinônimo de transporte sustentável e já fazem parte do portfólio multisoluções da nossa marca para os clientes. O chassi de ônibus urbano eO500U é um ótimo exemplo disso. Além de ser totalmente desenvolvido e produzido no Brasil para o mercado nacional e América Latina, seus benefícios à sociedade são inquestionáveis: zero emissão de carbono, zero poluição do ar e sonora e menores custos durante todo o ciclo de vida do veículo. Em outras palavras, não há futuro da mobilidade sem os veículos elétricos rodando pelas ruas e avenidas”, afirma Achim Puchert, presidente da Mercedes-Benz do Brasil & CEO América Latina.

 

O chassi de ônibus urbano elétrico e-O500U estará exposto no estande da Mercedes-Benz durante o Summit Anfavea de Mobilidade Elétrica, que será realizado no dia 14 de junho, no Cento de Convenções Ulysses Guimarães em Brasília, Distrito Federal. O evento será voltado aos poderes executivo, legislativo e judiciário, além da academia, setor privado e imprensa. Mike Munhato, gerente de Mobilidade Elétrica na Mercedes-Benz do Brasil, participará do evento representando a empresa.

 

O objetivo do Summit Anfavea é debater e sensibilizar o poder público quanto à importância de sua participação na rota de descarbonização e da melhoraria da infraestrutura do País. Na programação de painéis de debates, destacam-se temas como: experiências internacionais de mobilidade elétrica veicular, produção local de veículos elétricos e baterias, cadeia de fornecimento de peças, componentes e tecnologia, infraestrutura de geração, transmissão e distribuição de energia e novas tecnologias e materiais usados na eletrificação.

 

O chassi de ônibus e-O500U urbano elétrico a baterias registra a entrada da Empresa na era da eletromobilidade em veículos comerciais no País. Ele foi desenvolvido pela Engenharia da Mercedes-Benz do Brasil para a realidade do País, como para a América Latina. O conceito eletroeletrônico do chassi de ônibus elétrico brasileiro, englobando itens como baterias, direção, motores elétricos e eixos, segue parâmetros do ônibus integral eCitaro da Daimler Buses. Para maior qualidade e confiabilidade aos clientes, o veículo foi amplamente testado no Brasil e na Alemanha.

 

“Esse é um lançamento muito especial para todos nós, mais um grande marco histórico na notável trajetória de pionerismo e inovação de quase 67 anos da Empresa no País”, diz Achim Puchert. “Juntamente com nossos parceiros, estamos construindo um grande legado para a eletromobilidade. É muito bom saber que nosso time brasileiro faz parte do plano da Daimler Buses de oferecer veículos neutros em CO2 movidos a baterias e hidrogênio em todos os segmentos até 2030. Ou seja, vamos contribuir para a redução das emissões e para a descarbonização no transporte. Isso demonstra que estamos alinhados às tendências globais e locais da sustentabilidade, seguindo os pilares ESG”.

 

A Mercedes-Benz dará suporte a todos que fazem parte do ecossistema da eletromobilidade, especialmente nesse momento inicial de transição do motor diesel para a tração elétrica. “Apoiaremos os clientes, os motoristas, profissionais de oficina, gestores do transporte público, concessionários da marca, encarroçadores e demais parceiros. Nossas equipes também irão oferecer consultoria e treinamento técnico e operacional para as empresas de transporte de passageiros”, explica Walter Barbosa, diretor de Vendas e Marketing Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

 

Os concessionários Mercedes-Benz, segundo Walter Barbosa, estão sendo treinados e têm estrutura preparada para o atendimento especializado a clientes de ônibus elétricos. A Empresa está alinhada com os encarroçadores, fornecedores de peças, componentes e também empresas de energia elétrica e de infraestrutura de recarga das baterias.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários