DAF
AEROPORTO DE MANAUS

Elétrico da Volks abastece aviões comerciais na região amazônica

Aeroporto é o primeiro da América Latina a ter um caminhão de abastecimento de aeronaves 100% elétrico, com zero emissão

13/12/2022 09h03Atualizado há 2 meses
Por: Romulo Felippe

 

O Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, de Manaus, no coração da Região Amazônica. Graças à parceria entre a Pioneiro Combustíveis, a BR Aviation (unidade de negócios da Vibra Energia e marca licenciada da Petrobras) e a Volkswagen Caminhões e Ônibus, depois de um período de testes e de treinamento dos funcionários da empresa, o caminhão Volkswagen e-Delivery levará o Jet-A para os clientes BR Aviation no aeroporto internacional de Manaus. O veículo elétrico começa a operar de forma plena a partir do dia 12 de dezembro.

 

O principal objetivo desta união é potencializar a descarbonização do segmento da aviação e ainda ajudar a promover o desenvolvimento da Região Amazônica, em linha com as diretrizes estratégicas da BR Aviation e da Pioneiro, de focar em negócios voltados à transição rumo a fontes energéticas mais limpas e renováveis. A iniciativa abre uma possibilidade imediata, de rápida adoção, para reduzir o impacto do setor de aviação no aquecimento global.

 

"Sabemos que a transformação das aeronaves, seja para uso de combustível verde ou eletricidade, ainda levará algum tempo. O caminhão elétrico é resultado da busca por soluções já disponíveis, com eficácia comprovada e viabilidade econômica e operacional para reduzir as emissões desde já”, afirma Lindi Tambke, CEO da Pioneiro Combustíveis.

 

A aviação é responsável por cerca de 3,5% da contribuição humana para o aquecimento global, de acordo com um estudo de 2020 realizado pela Manchester Metropolitan University, publicado na revista Atmospheric Environment. Ao iniciar a adoção de caminhões elétricos para abastecimento, a BR Aviation e a Pioneiro Combustíveis se antecipam a uma das metas do programa SustenAr, lançado pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) para estimular melhorias em aspectos ambientais na Aviação Civil. O programa prevê, como uma das formas de estimular soluções sustentáveis, a substituição de combustíveis fósseis na frota aeroportuária terrestre.

 

"Iniciar uma operação inovadora, com grande potencial de transformação no setor, é a realização de um sonho. Somos apaixonados pela região amazônica e sabemos do grande potencial de repercussão das iniciativas implantadas aqui. Temos em Manaus nossa base operacional, e queremos provar que, se é possível inovar no coração da floresta, isso também é possível nos grandes centros urbanos", explica Rolf de Sousa Tambke, Diretor de Operações da Pioneiro.

 

Para que o caminhão elétrico pudesse começar a operar, a EZVolt instalou no Aeroporto de Manaus um carregador com 1 ponto de recarga CCS-2, com potência de saída de 24 kW em corrente contínua, o que permite o carregamento de 80% da bateria do caminhão em até três horas.

 

Esta parceria é estratégica, pois trata-se da primeira operação de um caminhão elétrico na aviação da América Latina. Os benefícios ambientais são nítidos com a ampla eliminação de CO2 e outras partículas de escapamento, contribuindo para um ambiente de trabalho menos ruidoso e mais sustentável nos aeroportos. É um modelo de atuação com potencial de impactar toda a cadeia de abastecimento do segmento.

 

 “A chegada do caminhão elétrico é uma semente para a criação de uma rede de fontes renováveis. Já consigo enxergar o pátio dos aeroportos cheio de caminhões elétricos. Além de contribuir para a descarbonização da aviação, esses caminhões vão fazer a BR Aviation prestar um serviço ainda melhor para os seus clientes”, afirma Rodrigo Mota, diretor de aviação da Vibra”, afirma Rodrigo Mota, diretor de aviação da Vibra.

 

A adoção de veículos elétricos para abastecimento pela Pioneiro Combustíveis surgiu a partir de uma rodada de intercâmbio com empresas europeias que atuam nos serviços aeroportuários. Para criar uma versão genuinamente brasileira dessa tecnologia, a Pioneiro Combustíveis se uniu à Vibra e à Volkswagen Caminhões e Ônibus, que já tem no mercado o veículo de entregas urbanas e-Delivery, que reúne características ideais para os serviços em aeroportos. O modelo adotado é o e-Delivery 11, com capacidade de 11,4 toneladas e vem equipado com motor de tração com potência de 300 kW, três módulos de baterias LFP com 105kWh total, capazes de fornecer autonomia de até 110 km.

 

Também conta com sistema e-PTO, que disponibiliza uma tomada de força elétrica, capaz de fornecer a alimentação necessária para que o motor do e-PTO possa acionar a bomba do sistema de transferência de combustível. Este caminhão, que é o primeiro elétrico 100% desenvolvido e produzido no país, traz tecnologia embarcada de ponta para garantir altos níveis de conforto, eficiência e produtividade a bordo, além de atender a todos os requisitos de segurança.

 

“Desenvolvemos um caminhão versátil, que se adapta às mais diferentes operações, como essa em que inovamos no transporte de combustíveis junto com parceiros de peso com a Pioneiro e a BR Aviation, ao mesmo tempo que apoia nossos clientes em suas jornadas de crescente sustentabilidade. Nosso veículo traz uma série de soluções 100% criadas para a realidade de aplicação do nosso país e outros mercados emergentes para dessa forma oferecer o melhor custo operacional”, afirma Ricardo Alouche, vice-presidente de Vendas, Marketing e Serviços da Volkswagen Caminhões e Ônibus.

 

A operação de um veículo elétrico no abastecimento de aeronaves torna o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes uma referência de ações sustentáveis na América Latina. "Ficamos muito contentes em receber o primeiro caminhão elétrico aqui em Manaus e ainda mais em saber que um parceiro tão importante como a Pioneiro está alinhado com o nosso propósito de descarbonizar a aviação. A Concessionária dos Aeroportos da Amazônia tem como meta zerar as emissões líquidas de carbono até 2050 e, para tal,  precisaremos de iniciativas inovadoras como essa da BR Aviation e da Pioneiro", destacou Karen Strougo, CEO da Concessionária Aeroportos da Amazônia, administradora do Aeroporto de Manaus.

 

O caminhão VW que a Pioneiro Combustíveis e a Vibra estão implantando no Aeroporto Internacional de Manaus tem alto conteúdo de componentes nacionais, o que contribui para que a manutenção e o custo de operação do modelo elétrico sejam um atrativo a mais, por serem mais baixos do que em um modelo diesel, por exemplo. Com mais de 350 unidades comercializadas, o e-Delivery é referência no mercado nacional, desenvolvido pela engenharia brasileira e testado com os mais rigorosos critérios.

 

"Este é um passo importante que a Vibra e parceiros fazem em busca do Net Zero das suas operações. O mercado de aviação tem o desafio de reduzir sua pegada de carbono e ações como o desenvolvimento do Servidor Elétrico ajudam nesse sentido, com a garantia de que todos os padrões e normas de controle operacionais que caracteriza a excelência de nossas operações estão sendo cumpridos", afirma Guilherme Paiva, diretor de operações da Vibra.

 

Cada caminhão elétrico pode tirar da atmosfera cerca de 15 toneladas de CO2 por ano, o que seria equivalente à neutralização proporcionada por mais de 50 árvores no mesmo período. A operação de um veículo elétrico é mais simples, com maior eficiência energética (uma significativa economia em relação a um veículo diesel) e custo de manutenção menor. O alto nível de tecnologia embarcada permite monitorar todos os detalhes do veículo, como desgaste, horas de uso, além de possíveis problemas técnicos.

 

"Tivemos a segurança como primeira condição, e rapidamente percebemos que a tecnologia é altamente segura e confiável. Estamos confiantes de que a experiência e o conhecimento que estamos produzindo em Manaus podem beneficiar, inicialmente, a adoção de soluções semelhantes na região Norte e, em breve, todos os aeroportos do Brasil e das Américas", destaca Rolf de Souza Tambke, Diretor de Operações da Pioneiro.

 

A Pioneiro tem mais de 30 anos no setor e é uma das líderes em abastecimento e logística. Inovação, respeito ao meio ambiente e compromisso com o desenvolvimento sustentável das comunidades onde atua são prioridades para a empresa, que está presente em 11 estados, com 32 filiais. Manaus é a sede da empresa e sua principal base operacional.

 

A BR Aviation é líder no mercado brasileiro de distribuição de combustíveis de aviação, com quase 70% de market share. Está presente em cerca de 90 aeroportos em todo o país, com uma carteira de mais de 2.200 clientes ativos, fornecendo querosene de aviação. Em 2021, realizou uma média de 52 mil operações de abastecimento de aeronaves por mês. 

 

Os clientes BR Aviation contam com o JET A (querosene de aviação) e o Jet-Plus (querosene de aviação aditivado), que também ser carregados a granel nas bases da Vibra. O abastecimento é realizado por equipes altamente treinadas e certificadas anualmente para atender aos padrões internacionais da indústria. São oferecidos ainda serviços como destanqueio e agendamento eletrônico de abastecimento.

 

Com um portfólio completo de soluções para o transporte de cargas e de passageiros, a Volkswagen Caminhões e Ônibus é uma das maiores montadoras da América Latina e integra o Grupo TRATON. O Brasil é a sede do centro mundial de pesquisa e desenvolvimento da marca VWCO, com expertise em mercados emergentes para veículos sob medida, de acordo com as demandas específicas de seus clientes.

 

Desde 1981, quando iniciou suas operações, chegar ao topo do mercado, respeitando e satisfazendo as necessidades dos clientes com a melhor relação custo-benefício, sempre foi o foco da montadora. E é exatamente isso que oferece a seus clientes: caminhões e ônibus sob medida, um excelente serviço de pós-vendas e uma extensa variedade de serviços, com uma rede de concessionárias altamente capacitada inclusive para a eletromobilidade.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários