DAF
banner mb
iveco group
BONS NEGÓCIOS

Librelato vendeu mais de 3,5 mil implementos rodoviários na Fenatran

Negociações durante a feira somam mais de 500 milhões de reais

21/11/2022 13h05Atualizado há 2 semanas
Por: Romulo Felippe

 

A Librelato fechou o balanço de sua participação com sucesso na Fenatran 2022, alcançando recorde de negócios realizados. O resultado chegou a mais de 3,5 mil unidades comercializadas, ultrapassando 500 milhões de reais em negócios.

 

Com um stand inspirado no design da nova série EVOLUT, a empresa lançou novos produtos, além de diversas novidades tecnológicas que favorecem a eficiência operacional do transporte rodoviário de carga.

 

“Fechamos quase o dobro de negócios em comparação com a edição anterior do evento, que, na época, já teve um resultado extraordinário para uma feira desta natureza. Nesta edição, o resultado foi surpreendente. Certamente superamos todas as expectativas”, comemora o CEO da Librelato, José Carlos Sprícigo.

 

De acordo com Sprícigo, “essa foi a melhor Fenatran da história da empresa”. No balanço entre os implementos mais vendidos estão os semirreboques graneleiros e basculantes, voltados principalmente ao segmento agrícola. O executivo avalia que esse resultado excepcional está ligado à retomada da confiança do mercado de caminhões e implementos, “que provavelmente vai seguir com crescimento sustentável pelos próximos anos”.

 

Para Sprícigo, os visitantes mostraram interesse em produtos com mais eficiência operacional. “Os clientes têm buscado por implementos com materiais mais leves, duráveis e sustentáveis e, como a série EVOLUT atende integralmente essas demandas, esses fatores também favoreceram muito nossos resultados positivos em vendas durante o evento”, comenta.

 

Com toda a série de produtos renovada, tendo foco na alta eficiência operacional, a Librelato foi uma das fabricantes do setor que mais cresceu no mercado nos últimos três anos. A empresa, que é atualmente a terceira maior implementadora do País, conta com 14% de participação no segmento de implementos. Segundo Sprícigo, “como o volume de negócios vem em franca expansão, a expectativa é fechar 2022 com 15% de participação no mercado interno”.

 

De acordo com a RX, organizadora do evento, a Fenatran 2022 gerou volume total de negócios da ordem de 9,5 bilhões de reais. O resultado é superior em R$ 1 bilhão ao da última edição da feira, realizada em 2019. Durante os cinco dias, 500 marcas puderam expor seus produtos no São Paulo Expo, que recebeu 66 mil visitantes, público também maior do que o da edição anterior.

 

A área de exposição deste ano chegou a ser ampliada em 20%, totalizando 100 mil m2, que foi completamente ocupada pelos estandes dos expositores cinco meses antes de sua abertura.

 

Para facilitar as negociações e o acesso de seus clientes ao crédito, o evento marcou o lançamento da Librelato Financial, braço financeiro da empresa. Com análise de cadastro agilizada, taxas de financiamento competitivas e tendo o DNA de uma das maiores fornecedoras do transporte de cargas do Brasil, a Librelato Financial oferece soluções customizadas para a aquisição de um novo implemento rodoviário.

 

Tornar a gestão de frotas mais simples também é uma preocupação da empresa. “Estamos introduzindo com a Sigaway soluções de inteligência embarcada e conectividade em nossos implementos”, exemplifica o CEO da Librelato. Trata-se da tecnologia Fleetsense, que oferece várias opções de sensoriamento e telemetria, para que o gestor de frota possa ter controle absoluto sobre sua operação”, diz.

 

A Sigaway é uma empresa especializada no desenvolvimento de placas eletrônicas com tecnologia de software 100% nacional. Com foco em segurança de dados, os pacotes da Sigaway são desenvolvidos pensando na aplicação vocacionada de cada operação.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários