scanner01
DAF
ECONOMIA

Emplacamento de implementos rodoviários continua reagindo no país

Em oito meses a média chega a 12.965 unidades; Na primeira medição, feita no primeiro bimestre, foi de 11.482 produtos; Setembro marca volta das ações internacionais do MoveBrazil

06/09/2022 11h57Atualizado há 2 semanas
Por: Romulo Felippe

 

A média mensal de emplacamentos de implementos rodoviários em 2022 está crescendo. A primeira medição, feita no primeiro bimestre, indicava média de 11.482 produtos. Em oito meses a média mensal passou para 12.965 unidades. 

 

“Essa curva positiva indica que o mercado está reagindo impulsionado pelo desempenho de setores da economia como agronegócio, construção civil, mineração e comércio de varejo“, explica José Carlos Spricigo, presidente da ANFIR-Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários. “Sobre o PIB o primeiro semestre foi de crescimento de 2,5%. Já alguns economistas apontam poder alcançar até 3%“, diz Spricigo.

 

Para o executivo, a perspectiva da indústria de entregar 165 mil implementos rodoviários este ano está mais próxima. “A média tem crescido de forma constante e a diferença de 1.500 unidades do primeiro para o último resultado é bastante significativa“, diz.

 

Para o próximo ano, a ANFIR entende que os negócios seguirão no rumo do resultado positivo.“O mercado de implementos rodoviários e as empresas associadas à ANFIR tem boa expectativa para 2023, com a manutenção da espiral positiva de crescimento nos segmentos mais importantes para o setor, como o agronegócio“, afirma Spricigo que completa: “Percebemos que há sinais de queda de juros e inflação voltando os índices à meta prevista", conclui.

 

Média mensal de emplacamentos em 2022:

Janeiro a julho - 12.709

Janeiro a junho - 12.508

Janeiro a maio - 12.323

Janeiro a abril - 12.056

Janeiro a março - 11.995

Janeiro a fevereiro - 11.482

 

Balanço por segmento. O segmento de Reboques e Semirreboques totalizou, de janeiro a agosto deste ano, 55.319 unidades emplacadas. O volume está 9,97% aquém do total registrado em igual período do ano passado: 61.445 produtos.

 

No segmento de Carroceria sobre chassis o desempenho segue positivo. Em oito meses, a indústria entregou ao mercado 48.405 unidades, representando crescimento de 5,55%. De janeiro a agosto de 2021 o total vendido foi de 45.858 produtos.     

 

No total, a indústria de implementos rodoviários comercializou 103.724 unidades, de janeiro a agosto de 2022. No mesmo período de 2021, o setor entregou ao mercado 107.303 implementos rodoviários. Isso representa recuo de 3,34%.

 

MoveBrazil. O mês de setembro marca a volta das ações de promoção de exportação do programa MoveBrazil, recém renovado entre a ANFIR e a ApexBrasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos). Serão realizadas duas ações. 

 

A primeira é a Rodada de Negócios que acontecerá em Lima (Peru) nos dias 13 e 14 de setembro. A ação terá a participação de 12 empresas.

 

A segunda será a presença na IAA Transportation, a maior feira de mobilidade do mundo. O evento acontece de 20 a 25 de setembro em Hannover (Alemanha) e 17 empresas do setor participarão.

 

“A ANFIR valoriza o caminho das exportações e a parceria com a ApexBrasil amplifica bastante o alcance de nosso produtos, gerando divisas, empregos e renda em nosso País“, afirma Spricigo.

 

As vendas ao mercado externo seguem em alta. De janeiro a julho de 2022 foram exportados 2.890 Reboques e Semirreboques. Em igual período do ano passado, a indústria entregou aos seus clientes internacionais 2.654 unidades. Isso representa crescimento de 8,89%.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários