scanner01
MERCADO

Vendas da Iveco na América Latina avançam 420% no semestre

Após registrar crescimento histórico nos emplacamentos no Brasil, com crescimento de 53% entre janeiro e junho de 2022

28/07/2022 10h10Atualizado há 2 semanas
Por: Romulo Felippe
32.775

 

Após registrar crescimento histórico nos emplacamentos no Brasil, +53% entre janeiro e junho de 2022, a Iveco comemora mais um grande resultado com outro recorde: melhor semestre da marca nas exportações com aumento de 420% em relação ao mesmo período do ano passado.

 

"Temos uma estratégia muito consolidada que nos permite avançar na América Latina junto a grandes grupos como a Andes Motors, no Chile e no Peru, e o Grupo Santa Rosa, no Uruguai. Nossa participação de mercado na região é reflexo da força que temos entre transportadores, autônomos e operadores de diferentes países promovendo o melhor custo total de propriedade do mercado", diz Marcio Querichelli, presidente da Iveco para a América Latina.

 

Recentemente a montadora concluiu a negociação de 26 unidades do Tector Premium para a Partry, empresa prestadora de serviços do município de Canelones, no Uruguai, que realiza a coleta de resíduos urbanos. Se as vendas crescem, o pós-venda acompanha esse crescimento. Até o fim do ano a Iveco deverá ter 178 pontos de atendimento na América Latina.

 

Para Daniel Calderoni, diretor Comercial da Iveco para os países importadores, o trabalho não para e o time da montadora, em parceria com os importadores, intensifica os esforços para proporcionar aos clientes produtos e serviços de excelência para os segmentos do transporte de carga e de passageiros. "Destaco nossa relevância estratégica para a operação global da Iveco. Vamos intensificar ainda mais a expansão da marca na região".

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários