banner topo
FROTISTA

Pandemia fez Patrus Transportes crescer em 25% seu negócio on-line

A pandemia acelerou de maneira expressiva o crescimento do e-commerce Business to Consumer (B2C) que envolve transações realizadas via internet

06/05/2022 10h38Atualizado há 3 semanas
Por: Romulo Felippe
29.471

 

A pandemia acelerou de maneira expressiva o crescimento do e-commerce Business to Consumer (B2C) que envolve transações realizadas via internet entre empresas e consumidores. O modelo de negócio impactou diretamente os serviços prestados pelas transportadoras, que se movimentaram para acompanhar uma tendência que deve se manter.

 

Levantamento realizado pela Neotrust, empresa que monitora 85% do e-commerce brasileiro, revelou que as vendas pela internet tiveram alta de 27% no ano passado em relação a 2020. O resultado é recorde para o comércio online.

 

Um contexto que teve reflexos na Patrus Transportes, com sede em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e mais de 85 unidades pelo país. Com quase 50 anos de história, a companhia, especializada no transporte de carga fracionada, está diversificando a atuação.

 

Em 2021, período crítico da crise epidemiológica, a participação do segmento B2C foi alçada a aproximadamente 25% da receita anual da companhia. Agora, com a mudança de hábito dos consumidores, a aposta é que essa proporção aumente a partir deste ano.

 

“Passado o ponto crítico da pandemia, quando havia muitas restrições de circulação, mantivemos essa projeção para 2022. Temos uma meta de crescimento para este ano de 10% em relação a 2021, não só no B2C mas em todas as nossas atividades”, explicou o diretor de operações da Patrus Transportes, Silvio Cesar Pereira.

 

O executivo disse que uma das primeiras adaptações feitas para atender a alta demanda do B2C foi a instalação de um sorter (sistema de separação automática de pedidos) na matriz, em Contagem, em 2019. Agora, em 2022, a previsão é que outro equipamento seja instalado no terminal de Vitória (ES).

 

“O sorter aumenta a nossa capacidade operacional e traz mais agilidade na distribuição de cargas, principalmente com perfil B2C. Além disso, implantamos em nossas unidades um sistema de triagem de carga semiautomática. É um processo customizado de entregas de e-commerce com foco em eficiência e produtividade”, explica.

 

Outra mudança foi em relação às características dos veículos em operação. A empresa diversificou os tipos para a frota B2C, antes composta majoritariamente por Fiorinos e Vans. Já nos últimos anos foram incorporados carros particulares. A maior parte dos veículos B2C que operam pela Patrus são de Transportadores Autônomos de Carga (TAC). Atualmente são 2.131 profissionais trabalhando nessa categoria.

 

Para se ter ideia da abrangência da operação, a Patrus Transportes atende 3.100 municípios e distritos, coletando mercadorias em 10 estados nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste. Hoje as entregas no segmento B2C já ocorrem nos estados de Minas Gerais, Sergipe, Espírito Santo, Bahia e também no interior de São Paulo.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários