Banner Librelatto top
Banner MBB top Site
Novo Volvo Master
BRASIL

Pandemia: Mercedes, Scania e Volvo paralisam produção de caminhões

Volkswagen deve anunciar o mesmo nesta quarta. Em Curitiba Volvo vai reduzir em 70% sua linha de produção. Já a Scania paralisa totalmente sua fabricação até o dia 5 de abril

23/03/2021 07h30Atualizado há 4 meses
Por: Romulo Felippe
7.514

A Mercedes-Benz também anunciou na terça, 23, que vai paralisar a produção das suas fábricas de veículos comerciais de São Bernardo do Campo (SP) e de Juiz de Fora (MG). A marca da estrela de três pontas vai começar no próximo dia 26 de março e vai até o dia 05 de abril. A Volkswagen também vai suspender fabricação a partir de amanhã.

 

A partir do dia 5 de abril, o fabricante vai conceder férias coletivas para grupos alternados de funcionários das linhas de produção. Será uma maneira de ter um grupo menor e seguir os critérios de distanciamento. A rede de concessionárias e suas oficinas vão continuar funcionando em estados e municípios nos quais as atividades não tenham sido interrompidas por ordem do governo. 

 

Duas das maiores marcas de caminhões do mundoas suecas Volvo e Scania anunciaram corte na produçãoou paralisação total e temporária de suas linhas de produçãoAs empresas alegam problemas logísticosquedificultam a chegada de algumas peças em função do agravamento da pandemia.

 

A Volvo diminuiu em 70% a produção de caminhões na unidade de Curitiba desde o dia 23 e devepermanecer assim até o fim do mês a Scania seguiu a Volkswagen e vai parar a produção em SãoBernardo do Campona região do ABC Paulistaa partir do dia 26 de março com retorno no dia 5 de abril.

 

"O motivo é o alto nível de instabilidade na cadeiaglobal e localde abastecimento de peçasprincipalmentesemicondutorescombinado com o agravamento da pandemia", informou a Volvo.

 

A medidasegundo a Volvotem impacto sobre cerca de 2 mil empregados da produção de caminhões. “Noentantoboa parte do efetivo da fábrica seguirá em atividadeincluindo a produção de ônibusparte daprodução de caminhõeso serviço de atendimento emergencial a veículos Volvo (VOAR), bem como adistribuição de peças para as concessionárias e distribuidores da marca.”

 

Os funcionários do administrativoem torno de 1,5 mil pessoascontinuam trabalhando em regime de homeofficepor tempo indeterminadoAo todoa Volvo tem 3,7 mil empregados em Curitiba.

 

Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos da região de São Bernardo do Campoa decisão da Scania ocorreuapós negociação com a entidade e a parada se deve ao agravamento da pandemia e o consequente colapsono sistema de saúde de todo o país.

 

"A Scania é a segunda montadora da região do ABC a anunciar a suspensão das atividades neste períodoNa sexta-feira (19), a Volks anunciou paralisação a partir do dia 24 de marçotambém com retorno no dia 5", informou o sindicato.

 

Inicialmente essas paralisações não vão afetar de imediato as concessionáriassendo que muitas delas têm grande filas de frotistas ou caminhoneiros autônomos à espera de determinados caminhões para compraimediataO movimento de suspensão total ou parcial também ocorreu na primeira fase da pandemiaem2020.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários