Banner MB top01
Frotista

GT Minas amplia frota com a compra de 20 caminhões FHs 6x4 460cv da Volvo

Os veículos, que já foram entregues para a transportadora, carregam grãos, a maior parte café, o carro-chefe do negócio da GT Minas

17/08/2020 11h53Atualizado há 1 mês
Por: Bruno Castilho
1.915

A GT Minas decidiu mais uma vez ampliar sua frota com caminhões Volvo. Sediada em Varginha, município localizado no Sul de Minas Gerais, a empresa adquiriu 20 FHs 6x4 460cv para transportar grãos, a maior parte café, o carro-chefe de seu negócio. É o quarto ano consecutivo em que a transportadora escolhe veículos da marca, motivada principalmente pela qualidade do pós-venda e pela performance dos caminhões. Neste período, a GT Minas comprou 80 unidades do FH.

Todas as 20 unidades da última aquisição foram entregues e já estão implementadas e rodando nas estradas do Sudeste e do Nordeste, as principais regiões atendidas pela transportadora. Os veículos estão reunidos a uma frota total de 140 caminhões, 80% deles Volvo, que trabalham majoritariamente na operação logística de café e outros grãos. São cargas transportadas dos armazéns para terminais portuários, de onde são exportadas para várias partes do mundo, e também muitas viagens dentro do Brasil, movimentando diferentes produtos de uma ponta a outra.

“Estamos contentes com o desempenho dos FHs. São caminhões muito confiáveis. E a Volvo têm um excelente pós-venda, sempre nos atendendo com atenção quando precisamos”, afirma Luciano de Andrade, diretor-presidente da empresa. Ele explica que optar pelos Volvo também tem sido uma escolha fundamentada nas diferenças competitivas do veículo: baixo consumo de combustível, pouca manutenção e muito conforto e segurança para o motorista.

“É uma grande satisfação termos nos tornado um fornecedor exclusivo de veículos para a GT Minas nestes quatro anos”, declara Clóvis Lopes, gerente comercial de caminhões Volvo no Brasil. “É uma arrojada operadora de transporte que investe muito em sua frota. O objetivo da transportadora é trabalhar com o máximo de eficiência e garantir um serviço de alta qualidade aos seus clientes. Os FHs são os caminhões ideais para isso”, complementa Clóvis.

Os caminhões da GT Minas fazem de uma maneira geral rotas longas, que variam de 1.000 a 1.500 quilômetros, principalmente pelos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Bahia. A frota inteira roda pelo menos 120 mil quilômetros por ano.

“Como são viagens de distâncias maiores, precisamos de um caminhão com uma cabine que garanta excelente conforto e muita segurança para os motoristas”, diz Luciano de Andrade. Para proporcionar o melhor ambiente de trabalho para os condutores, os veículos têm ainda geladeira e central multimídia. Além disso, o proprietário geralmente instala rodas de alumínio para diminuir o peso do conjunto e o caminhão.

A GT Minas faz outros investimentos em tecnologia. Os FHs saem de fábrica com defletores de ar no alto da cabine, um componente muito importante que ajuda na integração aerodinâmica com a carroceira, melhorando o consumo principalmente em operações com sider.

Eles estão equipados também com um eixo suspensor, inovação para aplicações em que o veículo roda um ou mais trechos com pouca ou nenhuma carga. O segundo eixo de tração é desengatado e as rodas ficam elevadas, reduzindo o arrasto e possíveis danos. “É menos consumo e desgaste de peças e economia com pedágio”, explica.

Luciano ainda investe forte na manutenção. “Lugar de caminhão é na estrada. Tomamos todos os cuidados e fazemos tudo para conservar nossa frota em perfeito estado”, observa. Os caminhões da GT Minas são adquiridos com planos de manutenção Volvo, com mão de obra de revisões, lubrificantes, troca de filtros e outras verificações por conta da fábrica.

Completando 15 anos no mercado brasileiro, a GT Minas transporta café em coco, café torrado e moído, milho, trigo, algodão e feijão, além de pedras para piso e outros revestimentos. Estes produtos são transportados em diferentes conjuntos, como sider, porta-contêiner, caçamba e, inclusive, hopper, um implemento geralmente utilizado para agilizar o descarregamento.

A ampla sede da empresa em Varginha abriga o setor administrativo e o núcleo de monitoramento e inteligência logística do grupo. Tem também um auditório para treinamento de motoristas e outros funcionários, refeitório, oficina própria e um grande pátio para movimentação e armazenamento. A GT Minas possui também unidades no Rio de Janeiro (RJ), Manhuaçu e Patrocínio (MG), Vila Velha (ES) e Santos (SP).

1comentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários