Natal Mercedes
Brasil

Grupo Protege amplia atendimento em mais de 50% com mais ações bancárias

Agora, além de fazer o transporte de valores em carros-fortes, os funcionários abastecem as máquinas eletrônicas

08/05/2020 21h01Atualizado há 10 meses
Por: Jéssica Castelo
216

O Grupo Protege ampliou em mais de 50%, no último mês de abril, o número de caixas eletrônicos atendidos dentro de agências bancárias. Agora, além de fazer o transporte de valores em carros-fortes, os funcionários abastecem as máquinas, atividade que antes era feita internamente pelas equipes de back-office das agências e de cooperativas de crédito.

A empresa já realizava esse serviço em 900 caixas eletrônicos nas agências e passou a administrar outros 500 no eixo composto pelos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Para este mês de maio, a expectativa é que 1.300 novos caixas passem a ser abastecidos de forma terceirizada pela Protege.

“Já executávamos o serviço para alguns clientes e neste mês passamos a assumir outras operações. A terceirização do serviço de abastecimento de ATMs em agências é uma tendência do mercado”, explica o diretor Comercial do Grupo Protege, Marcelo Flório.

Fundado em 1971, o grupo tem cerca de 16 mil colaboradores e está presente em todas as regiões do país. Mantém atuação diversificada, que engloba logística, processamento e custódia de valores, serviços aeroportuários, segurança patrimonial e eletrônica, além de formação de profissionais e terceirização de mão de obra para as atividades relacionadas à segurança.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários